26. Passo para Cura


Um dos grandes passos para a cura é a diminuição da compulsão alimentar.

Mas como se chegar a este passo tão importante? A bulimica ou o bulimico já tem um perfil impulsivo e exagerado na sua maneira de lidar com o mundo. Muitas vezes ao tentar se livrar da bulimia, ela ou ele, acabam indo direto para anorexia. Substituir uma doença pela outra não é o caminho da cura, mas o caminho que vai multiplicar seus problemas.

Porém a compulsão por alimentos neste caso é um dos maiores vilões a serem combatidos.

Quando agente se permite vomitar sentimos como um saco sem fundo. Colocamos comida para dentro até doer o estômago. Se a pessoa bulimica estivesse em uma festa ao ar livre, ou em uma praia, aonde não encontrasse um vaso sanitário, ela provavelmente agiria diferente do que em um hambiente fechado com banheiros limpos e sem ninguém por perto.

Em outras palavras, ela controla melhor a sua compulsão na alimentação e seleciona mais o que come quando não vê um refugio para o vomito. Talvez nesses casos tomaria um sorvete de baixa caloria, um suco e quem sabe até um sanduiche natural e passaria o dia se sentindo culpada evitando qualquer comida por causa do bendito sanduiche natural. Acreditando erronicamente que um sanduiche a faria engordar. Quando o que realmente engorda na Bulimia são apenas as compulsões.

Quando a pessoa bulimica se coloca em uma posição de que não vai vomitar, ou não pode vomitar, seja porque não tem um banheiro por perto, seja porque está sendo vigiada, ou seja porque ela mesma está se colocando a prova; a mesma se controla mais sobre a quantidade e sobre o que está ingerindo, diminuindo drasticamente a compulsão.

O impacto de controlar a compulsão alimentar na bulimica é um dos caminhos para a cura. É o momento aonde as bulimicas que estão acima do peso começam a emagrecer de verdade. É o momento aonde a família pode atrapalha o processo com medo da perda de pesso do seu familiar, achando que neste momento a pessoa se incontra mais debilitada, quando é o oposto é que é verdadeiro. A família de deve ficar de olho sim, mas só se intrometer neste caso se perceber que a bulimica está migrando de uma doença para outra. Largando a bulimia e virando anorexica. Caso contrário é bom que a família encare esta perda de peso como um processo saudável e natural da cura.

No momento que a pessoa bulímica começa a enxergar que controlando a compulsão ela tem menos epsódio de vomitos e mesmo não vomitando, ela consegue perder mais peso e ser mais saudável do que quando estava no auge da doença este vira um grande impulso de continuar. A maioria da pessoas que conheço que são bulímicas tem vontade de se curar e o grande medo de engordar depois.

Se a pessoa cortar o vomito, mas não cortar a compulsão, ela irá engordar sim. Mas se o controle da compulsão vier antes, a bulimica/o tem grandes chances de caminhar para uma cura de sucesso.

Texto de . Potira Marie @copyrights reserved

Anúncios

5 comentários sobre “26. Passo para Cura

  1. Olá….Eu tenho bulimia ah 10 anos… tenho dois filhos, e estou grávida do terceiro, eu vomito 5 vezes ao dia….. já tem algum tempo que quero parar, mas infelizmente não consigo….
    Depois que descobri que estou grávida, entrei em desespero, não queria engordar, mas me sinto muito culpada, por estar prejudicando meu bebê… então decidi parar… Em sete dias, vomitei duas vezes, pode parecer pouco, mas pra mim é muita coisa…. Eu mudei minha alimentação, parei com doces e refrigerantes, salgados, estou comendo mais saladas, verduras e legumes, diminui o açucar… sinto uma vontade enorme de comer bobagens… biscoitos principalmente…..
    Não trabalho fora, cuido de casa e dos meus filhos….. isso dificulta um pouco, estou sempre em contato com a comida…. não posso pagar um tratamento, e meu esposo não ligou muito qdo eu confessei aos prantos o meu problema…. em fim…. estou só… preciso parar por mim e ´principalmente ´pelos meus filhos… Gostaria muito de ouvir conselhos que me ajudassem a sair dessa……

    Curtir

  2. Olá Aline. Sou bulímico há aproximadamente seis anos. Em algumas fases desse período eu consegui me controlar, mas as recaídas sempre foram frequentes. Eu tive recentemente um colapso de ansiedade e gastrite nervosa que me levou a um tratamento severo com antidepressivos. Não está sendo fácil, mas é possível. Eu decidi que não quero mais esse estilo de vida para mim.
    Faça por você. Faça pelos seus filhos. Você merece uma vida saudável e feliz.
    Boa sorte. Abraços.

    Curtir

  3. tenho bulimia há mais de 12 anos,,,comecei pq estava ficando c um corpão q chamava muita atenção e por m mãe ser bem gorda sempre tive medo,,,,,estou mt desesperada pq isso m afeta d+ em tds as àreas da m vida,,,tenho 2 filhos,,,30 anos,,,,como muito até n caber mais nada,,,,mais m sinto um lixo fazendo isso,,,tenho 1,71 e peso 63 kg,,,mas sinto mt fraqueza e parece q qualquer momento vou desmaiar,,,pois sou ciclista e pedalo #16 km por dia,,,quero parar,,,,,penso em comer pouco e dieta saudável para n m sentir tão culpada,,,n desejo isso p ninguém ,,peço forças à Deus e oração a tds q puderem,,,

    Curtir

  4. Bom dia!! Sou tenho bulimia há 11 anos e essa doença veio depois da anorexia que me curei.. eu tenho todos os dias me convencer que naquele dia vai ser diferente, e quando vejo estou lá tendo crises de compulsão e após isso provocando o vômito. Ninguem sabe que vivo desse jeito e meu Deus, como eu preciso me livrar disso!! Deus nos ajude.. não é fácil.. mas eu continuo tentando, pois tenho várias crises de compulsão, porém sometne se eu tiver a certeza que depois eu vou vomitar.. abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s